INNOCENCE OF MEMORIES (2015, Grant Gee)




[SILVESTRE]

Corações desfeitos em Istambul.

Documentário sobre o profuso fascínio da literatura — sobretudo, como realidade e ficção se enlaçam, ao ponto do enredo de um livro converter-se, literalmente, em temática museológica — Orhan Pamuk, e o seu imaginário criativo, assume o protagonismo de uma obra "deambulante" pelas ruas e pelos becos de Istambul, genuínos palcos (rest assured, muito distante do conceito de "postal turístico") das memórias e vivências do romancista turco.
Envolvente e onírico, INNOCENCE OF MEMORIES revela-se uma agradável transposição das palavras do singular e laureado perfil literário de Pamuk para o encantatório poder das imagens em movimento.

0 comentários: